5 atitudes das grávidas que aumentam as chances do bebê nascer com lábio leporino

Os lábios dos bebês se formam entre a quarta e a sétima semanas de gestação. De acordo com o desenvolvimento do feto durante o período gestacional, o tecido corporal e células especiais de cada lado da cabeça avançam rumo ao centro do rosto, onde se juntam e formam o rosto do bebê.

O lábio leporino se dá com a má formação do tecido dos lábios e palato, isto é, quando estes não se juntam de forma correta durante a gestação, o que resulta em uma abertura na parte superior da boca. Tal abertura pode atingir apenas os lábios ou ser maior e acabar atingindo o céu da boca e até mesmo o nariz.

A ciência ainda não sabe ao certo a causa do lábio leporino, porém, sabe-se que o mesmo está ligado a alguns fatores como a condição genética e os hábitos da grávida durante a gestação.

Pesquisadores alertam a respeito de 5 fatores que favorecem o lábio leporino, são eles: fumar e/ou consumir bebidas alcoólicas durante a gestação, diabetes antes da gravidez, o uso de certos medicamentos para tratamento de epilepsia ou enxaqueca, como topamax e valproic, além do uso de alguns de esteroides, não tomar suplemento de ácido fólico durante a gestação e a obesidade durante o período gestacional.

O diagnóstico do lábio leporino pode se dar ainda na gestação, por meio meio de um ultrassom de rotina.

Fonte: Odontolinea

Escrito por Higor Mendes