Detenta trans é transferida após engravidar suas colegas de cela

Uma mulher transgênero, detida em uma prisão feminina de Nova Jersey, nos Estados Unidos, engravidou duas outras prisioneiras, levando as autoridades a transferi-la a uma outra instalação, conforme revelou um relatório no último sábado, 16 de julho.

Demi Minor, de 27 anos, cumpre pena de 30 anos por homicídio culposo e foi transferida do Presídio Feminino Edna Mahan para o Presídio Juvenil Garden State, uma prisão para jovens adultos no condado de Burlington, segundo um porta-voz do Departamento de Correções de Nova Jersey.

O site “Justice 4 Demi” publicou em 15 de julho que a detenta reclama de estar em uma prisão masculina e que corre risco de suicídio. “Os jovens presos são imaturos e simplesmente ignorantes em relação a uma pessoa como eu”, disse Minor. “Eles me chamam de ‘ele’. Não me tratavam assim, como homem, há anos”.

Em 2021, Nova Jersey promulgou uma política para permitir que os prisioneiros fossem alojados de acordo com sua identidade de gênero. A transferência de Demi aconteceu, segundo as autoridades, após ela engravidar “duas outras detentas através de relação s3xual consensual”

Transferência

Agora, o Departamento de Correções confirmou que uma prisioneira transgênero, que engravidou as duas mulheres, foi transferida para a Garden State Youth Correctional Facility, uma prisão para jovens infratores adultos.

Fonte: Globo



Escrito por JC Rosa