Enfermeira denuncia ‘Quarto de covas’ onde pacientes são deixados para morrer de COVID-19

A pandemia do novo coronavírus atingiu todas as partes do mundo deixando mais de 1,3 milhões de famílias em total desespero ao ter que lhe dar com a doença e óbito de seus ente queridos sem ao menos terem a chance de um velório digno.

O novo coronavírus surgiu no final de 2019 na China, onde o primeiro caso da doença foi registrado, mas ninguém imaginava o quanto seria perigoso, contagioso e letal.



Logo os hospitais começaram a colapsar, UTIs ficaram lotadas, pessoas morrendo aos montes todos os dias, e a população temia tão grande ameaça.

Vários relatos do que acontecia com os pacientes que ficavam isolados nos hospitais por estarem infectados com o novo coronavírus foram surgindo pelas redes sociais em forma de denuncias.

Um dos relatos mais aterrorizantes partiu de uma enfermeira norte-americana que revelou como os pacientes em estado grave de Covid-19 são tratados em um hospital no Texas, nos EUA.

De acordo com as denuncias de  Lawanna Rivers, os pacientes infectados e em estado grave  são deixados para morrer em um quarto chamado de ‘cova’.

“Eu nunca vi isso em toda a minha vida, nunca”.

Aos prantos a  enfermeira disse que os pacientes que iam para a ‘cova’ recebiam poucas visitas dos médicos, pois eram considerados como  “casos perdidos”.

“Eu vi muitas pessoas morrendo que eu sinto que não deveriam ter morrido. Aquela missão me partiu”.

Ela diz ainda que o único paciente que ela viu sair com vida daquele local foi a esposa do médico, todos os demais morreram.

 

Fonte: G1



Escrito por Rose