Esse garoto ficou em coma desde os 12 anos, e o que ele disse quando acordou é de dar arrepios

O coma é algo que intriga muitas pessoas, alguns acreditam que aquele que está passando por essa situação não pode ouvir, outros por sua vez, afirmam que eles ouvem tudo e existem muitos relatos nas redes sociais de pessoas que sobreviveram a essa experiência.

 

Hoje trouxemos neste artigo a história de Martin Pistorius, um jovem que entrou em coma quanto tinha apenas 12 anos. Segundo as informações, o garoto era como qualquer criança, cheio de energia, adorava brincar com a família e com os colegas, ou seja, aparentemente uma criança saudável.

No entanto, com o passar dos anos, ele passou a apresentar algumas dificuldades para se locomover e até mesmo para falar e rapidamente se encontrou em um quadro grave, entrando misteriosamente em coma aos 12 anos.

O caso era um grande mistério e os médicos não sabiam dizer o que estava acontecendo com Martin.

Após 3 anos de muitas buscas por respostas o jovem saiu do coma, contudo, sua consciência ainda estava afetada. Porém, o que viria a seguir era ainda mais desafiador do que tudo que Martin e a família já havia passado.

Com 19 anos o garoto conseguiu recuperar toda a memória, mas mesmo com os olhos abertos, parecia estar em outro planeta. O corpo de Martin estava paralisado e a única maneira de comunicar era através dos olhos.

Diante da situação, a família decidiu buscar recursos na universidade de Pretória, onde ele iria passar por alguns exames mais detalhados. Os médicos responsáveis pelo caso cederam um computador que permitia que a família se comunicasse com Martin.

Essa ajuda serviu como uma inspiração para o jovem que não desistiu apesar das circunstâncias e lutou para ter uma vida normal e consegui ate se formar.

Hoje Martin é casado e vive no Reino Unido com a esposa, e contou momentos de quando estava em coma, “Minha mãe me olhava desejando que eu morresse, não por maldade, mas porque ela não sabia que eu estava mentalmente presente.”

O jovem sofria da síndrome locked-in, os médicos acreditam que essa síndrome acontece após um acidente vascular cerebral, que danifica parte do tronco do cérebro, o que faz os músculos faciais e corporais se paralisem.

Diante dos relatos do rapaz, os médicos concluíram que apesar de se encontrar em coma, Martin ouvia tudo que acontecia ao seu redor.

Hoje Martin ainda precisa de um computador para se comunicar, mas leva uma vida feliz e normal.

Para ele o ocorrido lhe fez enxergar melhor a vida, “Por muitos anos eu era como um fantasma. Eu podia ouvir e ver tudo, mas era como se eu não estivesse lá. Eu era invisível”, conta Martin.

E você? O que achou sobre esta história? Gostou do nosso artigo? Então compartilhe em suas redes sociais com amigos e familiares.



Escrito por italo