Luisa Sonza é processada por suposto ato racista; “me deu tapa e mandou que eu buscasse água”; cantora nega

Luisa Sonza não sai mais da boca do povo e muito menos das manchetes dos jornais e revistas. Desde que assumiu seu relacionamento com Vitão no último dia 10 setembro que Luisa Sonza vem sendo um dos assuntos mais comentados nas redes sociais.

Porém, desta vez a situação é bem diferente, Luisa Sonza, ex-esposa de Whindersson Nunes, voltou a ser destaque na imprensa por estar sendo processada por um suposto ato racista.

De acordo com o portal de notícias online do jornal ‘Extra’, o processo está correndo no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, na 19ª vara cível, a autora pede indenização por danos morais tanto a Luisa Sonza quanto a pousada.

O caso aconteceu em setembro de 2018, durante um festival gastronômico em Fernando de Noronha, na Pousada Zé Maria. A autora do processo é Isabel Macedo de Jesus, a cantora teria a agredido com um tapa e ordenado que ela lhe servisse água.

Indicada como 'Cantora do Ano', Luísa Sonza dispara: ''Insistiam em não me reconhecer como cantora'' | Contigo!

Isabel relatou que mesmo sem usar o uniforme que todos os funcionários da pousada usavam, Luisa a tratou como uma serviçal por causa da cor de sua pele.

Entenda mais sobre o processo lendo abaixo:

Luisa Sonza nega que este fato aconteceu e reagiu nas redes sociais; confira:

LEIA TAMBÉM:

Thiaguinho e Fernanda Souza trocam declarações nas redes sociais e fãs entram em êxtase, confira

Fonte: Extra



Escrito por Jornalista Web

Informação de qualidade em tempo real.