Mesmo tendo vacina disponível, doença mais contagiosa que a COVID-19 volta a ameaçar o Brasil

O novo coronavírus já levou mais de 1 milhão e 300 mil pessoas ao óbito no mundo inteiro desde que foi descoberto na China, no final do ano passado.

Aqui no Brasil, a situação também é bastante critica, inclusive nesta terça-feira dia 17 de novembro, o governo de São Paulo admitiu o aumento de internações e mortes em decorrência da COVID-19.



Mas existe uma outra doença, que já era considerada como erradicada no país e mesmo tendo vacina disponível, está se tornando uma ameaça à saúde dos Brasileiros.

Isso porque, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, somente no ano de 2019 o país registrou o nível mais alto de mortes por conta do sarampo, esses dados foram registrados em todo o mundo.

Autoridades alertam para uma possível onda de Sarampo, já que os casos estão aumentando nos estados brasileiros.

Sarampo: entenda os sintomas, riscos e tratamento | Limeira Notícias

Por conta disso, o Ministério da Saúde, tem intensificado a vacinação, que está disponível em todas as unidades de saúde da Rede SUS.

Dessa forma todas as pessoas entre 20 a 49 anos deve tomar uma dose da vacina mesmo que seu cartão de vacinas esteja completo.

Por que o sarampo não pode ser negligenciado - Bravacinas

 

Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, é fundamental intensificar a imunização contra o sarampo, bem como a detecção da doença o quanto antes, para que a doença seja tratada e o paciente não fique com sequelas ou vá a óbito.

Iniciada campanha de vacinação contra o sarampo | Impacto

 

 

 

 

 



Escrito por Rose