Novo Bolsa Família deve ser liberado no final do mês; Confira as novidades no programa

No final de 2020 o governo federal decretou o fim do auxílio emergencial deixando os beneficiários preocupados, principalmente porque a pandemia ainda não passou e o equilíbrio da economia e renda familiar parece cada vez mais distante.

Com isso, muitos tem esperança de serem inseridos no programa Bolsa Família, que segundo o Ministério da Cidadania, será turbinado em 2021.

Na última segunda-feira, o ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni, informou em entrevista exibida no programa Direto ao Ponto, da Jovem Pan que o novo Bolsa Família será pago até o final de janeiro..

Quais as novidades no programa?

Cadastro desatualizado? Bolsa Família não poderá ser bloqueado por mais 90  dias - Negócios - Diário do Nordeste

De acordo com Lorenzoni, todos os detalhes do novo Bolsa Família já estão acertados e assim, a pasta está pronta, só aguardando a autorização do presidente Bolsonaro para ser divulgado.

Questionado sobre o novo programa, o ministro disse que não precisa criar um outro e o que tiver de ser modificado será feito no Bolsa Família mesmo, ele diz que não necessidade de mudar, e facilita bem mais, pois as pessoas já se familiarizaram com o programa.

Onyx disse ainda que o novo Bolsa Família deverá pagar um valor mínimo que seja superior a R$ 200 :

“Vamos dar garantia para as famílias. Se a pessoa se empregou e perdeu o emprego por algum motivo, pode voltar para o programa, sem entrar na fila”.

Por fim o ministro explica de onde virá os recursos para custear o novo Bolsa Família:

“Fizemos caber o novo Bolsa dentro dos R$ 35 bilhões que o orçamento nos reserva para 2021. Nós fizemos tudo que podíamos em 2020, não pedimos um centavo a mais em nenhum programa do Ministério da Cidadania. É um aprofundamento fiscal que não tem espaço para inventar, tem espaço para ser criativo e fazer um programa diferente, mais direcionado”.

Fonte: Jornal Contábil



Escrito por Rose