O câncer em uma lata: Este é um dos alimentos mais tóxicos e que quase todos consomem e nunca ninguém contou

Hoje em dia é muito comum as pessoas trocarem informações nas redes sociais, algumas quando tem dúvidas acaba até pesquisando na internet para ficar mais informado. Quando alguma comida, remédio, entre outro faz mal, acaba se espalhando a informação.

Hoje vamos falar de um que é o câncer em uma lata. Este é um dos alimentos mais tóxicos e que quase todos consomem e nunca ninguém contou. Com certeza você já chegou a consumir, ou viu alguém consumindo esse alimento, pois é algo bem comum e que grande maioria dos brasileiros amam. Contudo, o que você certamente não sabe é que ele se trata de um dos produtos mais tóxicos do mercado de alimentação e que ao ingeri-lo coloca sua saúde em risco.

A batatinha tipo chips, adorada por milhões de pessoas em todo o mundo é geralmente encontrada em embalagens de plástico, com cores chamativas, mas também é vendida armazenada em uma lata.

Câncer no pote: este alimento que toda criança ama é um dos mais tóxicos que existem - INFORMATIVO EM FOCO - GUARABIRA

Tanto na embalagem de lata, quando na de plástico, a batatinha tipo chips é considerada como um dos alimentos mais prejudiciais à saúde. Amplamente comercializada em todo o mundo a batatinha tipo chips e com uma aparência inofensiva, este alimento pode trazer malefícios a sua saúde e entre eles o câncer.

A batatinha tipo chips, adorada por milhões de pessoas em todo o mundo é geralmente encontrada em embalagens de plástico, com cores chamativas, mas também é vendida armazenada em uma lata.

O grande problema está na produção deste petisco, os ingredientes usados para produzir a batatinha que você consome são: arroz, trigo, flocos de milho e flocos de batata. Todos os ingredientes são misturados até formar uma massa bem fina, em seguida as batatinhas são moldadas para ter aquela aparência que você conhece.

Após serem moldadas elas são colocadas em enormes formas e levadas para assar em uma temperatura altíssima. Em seguida as batatinhas passam por um equipamento que sopra o alimento para retirar o excesso de gordura e para finalizar recebem os condimentos artificiais que são sabor ao produto.

É durante este processo que o alimento se torna extremamente tóxico. Quando o amido que existe na batatinha é aquecido em temperaturas superiores a 120 graus Celsius, são formadas substâncias com a temida acrilamida.

A acrilamida é uma das substâncias mais prejudiciais a saúde e uma das causadoras do câncer. Veja o que a acrilamida pode provocar além do câncer:

  • Afeta o sistema nervoso;
  • Causa infertilidade masculina;
  • Está ligada a defeitos congênitos.

O aquecimento no forno em altas temperaturas é inevitável, pois é por causa dele que as batatinhas ficam secas, crocantes e tóxicas.

 

Fonte: CuraPelaNatureza



Escrito por JC Rosa