Polícia divulga detalhes chocantes sobre morte de mãe da bebê Ísis Helena dentro da prisão

Jennifer Natalia Pedro estava presa desde o mês de abril de 2020, numa cela da Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 de Tremembé, interior de São Paulo, após confessar autoria do crime contra a própria filha, Isis Helena de 1 ano de 10 meses.

[read more]

Prematura e com microcefalia, a menina Ísis Helena, ainda usava fraldas e tomava remédios controlados. Em março de 2020, a bebê foi dada como desaparecida após sua mãe registrar boletim de ocorrência dizendo que precisou sair de casa deixando a menina com o avô, mas ao retornar, não encontrou a filha e a casa  estava com a porta aberta.

FRETE GRÁTIS SOMENTE HOJE

Patrocinado

Ísis Helena sumiu em 2 de março, em Itapira (SP) — Foto: Reprodução/EPTV

Após intensas investigações, ela confessou o crime dizendo que a filha estava doente, e que naquela noite,  deu mamadeira e a colocou para dormir de barriga para cima e no dia seguinte, encontrou a criança já estava sem vida, por ter se asfixiado com o alimento.

Ela disse ainda, que por medo da reação de seus familiares ao ver que a bebê morreu dessa forma,  jogou o corpo da criança em um rio.

Caso Ísis Helena: Ministério Público do Estado de São Paulo divulga nota sobre resultado de DNA da ossada do bebê

Sobre a morte da mãe de Isis Helena, a policia disse ao portal de notícias da Globo, o G1, que Jennifer Natalia Pedro, foi encontrada morta na cela, com um lençol amarrado ao pescoço, mesmo assim, o caso será investigado.

Jennifer Natalia Pedro foi encontrada morta em cela em Tremembé — Foto: Reprodução / EPTV

A notícia foi dada em primeira mão pelo jornalista Luiz Bacci, na noite de segunda-feira (22).

O corpo foi encaminhado ao IML- Instituto Médico Legal,  para perícia e foi feito registro do caso na Polícia Civil.

Fonte: G1

[/read]

Patrocinado

Escrito por Rose