Polícia encontra corpo de responsável por câmeras de clube onde petista morreu; detalhes chocam

O corpo de um dos diretores do clube onde o petista Marcelo Arruda foi ass4ssin4do foi encontrado pela Polícia Civil nesse domingo (17), em Medianeira, no Paraná.

Claudinei Coco Esquarcini era responsável pelas monitoramento do local e pode ter repassado as imagens do aniversário de Arruda ao policial penal Jorge Guaranho, acusado do homicídio.

Assassinato de petista durante festa em Foz do Iguaçu

O vigilante Claudinei era um dos responsáveis pela Associação Recreativa Esportiva Segurança Física de Itaipu (Aresf) a qual Guaranho já havia sido diretor.

A defesa de Arruda sugere que ele poderia ter passado as imagens da festa ao policial que iniciou a troca de tiros e causou a morte do aniversariante.

Em depoimento que o Metrópoles teve acesso, outro vigilante, identificado como José Augusto Fabri, teria dito que a autorização para ver as câmeras não era um procedimento comum e citou Claudinei como responsável por permitir acesso às câmeras do clube. A suspeita é que ele tenha cometido suicídio.



Escrito por JC Rosa